MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

The Glen e a sobrevivência, com etapa de primeira vitória de pilotos da DPi e GTD



A IMSA Series desembarcou no Clássico circuito de Watkins Glen, em seu traçado curto usado pela NASCAR, para a terceira etapa da temporada prometendo uma corrida de muita emoção nas três classes presentes no grid. A ausências de alguns dos pilotos no grid, apesar de sentida, não atrapalhou o andar da corrida que contou com diversas disputas e emoções até praticamente a bandeirada.

Qualificação:
 DPI:
Ricardo Prediger (Team Schnell) fez a pole com o tempo de 1:00.461, a frente de Felipe Lima (Black Wings RT) que cravou 1:00.559, enquanto Cyro Santana marcou 1:01.088. Emerson Czerkawsky e Tarso Marques da Chrome completaram os 5 pilotos da categoria. Contudo, Ricardo Prediger e Felipe Lima foram punidos e movidos paras as últimas colocações dos DPI, pois, em suas voltas rápidas, ultrapassaram os limites de pista estipulados pela Liga. Assim, Cyro Santana largou na Pole acompanhado de Emerson Czerkawsky na primeira fila.


GTLM:
Em um quali bem disputado, Luciano Rocha (268 Racing) cravou a pole com o tempo de 1:05.711, seguido de Joao Hebert (MTech Sports) com 1:05.864. Cadu Maciel, Cristiano Gomes e Werner Marote fecham os cinco primeiros da categoria.


GTD:
Tão disputado quanto a GTLM, a GTD contou com um quali emocionante. Alisson Bullet (Simel) em sua primeira Pole na categoria marcou 1:08.675, seguido de Vinicius Loyola (BMRS E-Sports) com o tempo de 1:09.102. Fecharam os top cinco os pilotos Jesus Neto, Marcelo Nunes e Antonio Vieira.


Corrida:
 DPI:
Em uma largada tumultuada, Cyro Santana, que largava na Pole foi tocado por Emerson Czerkawsky, toque este que fez o piloto da equipe 4EverBR perder o controle do carro e cair várias posições. Melhor para Felipe Lima e Ricardo Prediger, que assumiram a ponta e o segundo lugar logo na primeira curva. Bandeira Amarela agitada logo na primeira volta com o acidente do piloto Werner Marote. Dada a relargada, Ricardo Prediger, líder do campeonato, acabou tendo uma queda de conexão.
A Corrida se desenvolvia com poucas disputas pelos DPI, até que Felipe Lima erra sozinho e entrega a primeira colocação para Cyro Santana. Novas quedas assolam os DPI com as desconexões de Tarso Marques, Felipe Lima e Emerson Czerkawsky. Com isso, em uma corrida sólida, andando muito rápido e sem erros, Cyro Santana vence merecidamente a corrida e entra para a briga pelo título. Fecharam o pódio os pilotos Emerson Czerkawsky e Felipe Lima.


GTLM
Dada a largada, os pilotos se viram em meia a confusão dos DPI, contudo, passaram muito bem e ilesos pela primeira volta da corrida. Werner Marote não teve tanta sorte e logo na largada sofreu um toque de Vinicius Gonçalves, causando a primeira bandeira amarela da corrida. Dada a relargada, em um início fulminante, Luciano Rocha (268 Racing) abre vantagem e reina absoluto na primeira metade da prova, enquanto diversas brigas por posição aconteciam nas demais posições.
Com as bandeiras amarelas agitadas, Luciano Rocha viu sua vantagem ser reduzida a zero, fazendo com que a briga pela vitória fosse reaberta, contando com vários pilotos com condições de vencer. Final de corrida eletrizante com a disputa pela ponta entre Joao Hebert e Luciano Rocha. Melhor para Joao Hebert, que vence a corrida, seguido de Luciano Rocha e Cristiano Gomes que fez bela prova de recuperação. Cadu Maciel e Thalisson Santos fecham o top cinco da categoria.


GTD
De longe a categoria mais disputada da noite, a GTD contou com uma corrida eletrizante e com muitas alternativas. Jesus Neto, líder do campeonato, largou bem e em pouco tempo assumiu a ponta da corrida, seguido de Vinicius Loyola e Alisson Bullet. Antonio Vieira em uma bela prova ultrapassa Alisson Bullet e assume a terceira colocação da categoria. Jesus Neto, que dominou a primeira parte da corrida, começa a perder ritmo, fazendo com que Alisson Bullet se aproximasse e, numa tentativa de ultrapassagem na primeira curva, os carros se tocam, pior para Alisson Bullet que acaba rodando. Jesus Neto perde o controle do carro e acaba batendo forte na primeira curva da pista, perdendo diversas posições e tendo que ir aos pits para reparos. Alisson Bullet aproveita e mantém a ponta seguido de Michel Oliveira.
Final de prova, minutos finais, Alisson Bullet perde ritmo e Michel Oliveira, com sua Ferrari amarela e preta, começa a brigar pela ponta em uma disputa dramática pela vitória da etapa.
Restando apenas três minutos para o fim da corrida, Michel Oliveira aproveita abertura dada por Alisson Bullet e mergulha na primeira curva, fazendo a ultrapassagem e assumindo a ponta para não mais largar. Vitória emocionante de Michel Oliveira, seguido por Alisson Bullet e Vinicius Loyola. Fecharam o top cinco Jesus Neto e Marcelo Nunes.
Ao final da prova, Alisson Bullet e Vinicius Loyola são desclassificados por estarem com o LOG desatualizado, com isso Jesus Neto e Marcelo Nunes foram ao podio.


LOG:Felipe Lima e Emerson Czerkawsky, tiveram fechamento de simulador e queda de energia, foi notado que o log não se gera nesses casos, com isso o resultado foi mantido, pois o fator do abandono não foi por modo "ESC"

PROTESTOS E PUNIÇÕES:
C.Santana > E.Czerkawsky - [+20s, +N2] toque ocasionando rodada, o piloto por abandonar perderá 10 posições no proximo grid.
Direção > A.Bullet - [DQ] envio de log tardio (acima de 10 minutos) e não atualizado.
Direção > V.Loyola - [DQ] envio de log com versão não atualizada.

PONTUAÇÃO CARTEIRA


PONTUAÇÃO PILOTOS
DPI

GTLM

GTD

PONTUAÇÃO EQUIPES:
DPI:

GTLM:

GTD: 

PRÓXIMA ETAPA:
 Agora a categoria parte para a pista de Washington RFK, pista de rua que será palco das disputas pela liderança do campeonato nas três categorias em pista, disputas estas que prometem balançar o paddock virtual da VORC.


VT DA ETAPA: