MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Leonardo Lopes se sagra campeão da TCR Oceânia mesmo não correndo etapa final.


E chegou ao fim a temporada 4 da VORC Series com a TCR Oceânia Series sendo a última etapa da temporada.
Foram 15 carros para as três baterias finais, que contou com vencedores diferentes e a briga pelo pódio do campeonato em aberto as emoções foram do início ao fim das baterias.

QUALIFICAÇÃO:
Cadu Maciel (BSP Racing) colocou seu Ford Focus na pole position com o tempo de 51,601. Enquanto seu companheiro de equipe Jesus Neto foi o segundo logo atrás com 51,711 cronometrados, Alexandre Emanuel (SUB Racing) abriu a segunda fila, enquanto Cesar Bergesch da Black Wings RT fechou.
A terceira fila foi formada por Gilson Rodrigues com a BSP Racing 2, e Felipe Granado correndo pela CTE Racing HVM.
Ainda completaram o grid: Marcelo Vieira, Paulo Rodrigues, Ernesto Brock, Andre Sutti, Marco Parma, Tarso Marques, Emerson Barina, Emerson Czerkawsky e Givaldo Spindola.



BATERIA 1:
Cadu Maciel largou bem, e sumiu a frente dominando a prova enquanto Alexandre Emanuel se aproveitou de um mau momento de Jesus Neto e ganhou a segunda posição, tendo Gilson Rodrigues ainda ganhando a terceira posição. Do meio do grid em diante ainda havia boas trocas de posição,
Ao final de 21 voltas, Cadu Maciel venceu a primeira bateria, tendo Alexandre Emanuel em segundo e Gilson Rodrigues fechando o pódio.
Todos os 15 carros fizeram a prova.



BATERIA 2:
Com André Sutti (Parma Motorsports 2) largando da primeira posição e Tarso Marques (Chrome Racing) saindo do segundo lugar a segunda bateria foi bem dinâmica em suas disputas.
Na largada, André Sutti perdeu a ponta para Tarso Marques, que na volta seguindo foi ultrapassado por Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team) assumindo na sequência, até a volta 4 quando Givaldo Spindola (Black Wings RT) que largou em 5º e foi ganhando posições.
Enquanto isso Cadu Maciel vinha ganhando bastante posições ao longo da prova, assim como Felipe Granado que havia saído do 8º lugar.
Com 22 voltas Completadas, Givaldo Spindola passou na primeira posição ao final da prova, porém foi desclassificado na sequência, por um não envio de LOG de acordo com o regulamento, com isso Emerson Czerkawsky foi o vencedor, com Cadu Maciel em segundo e Felipe Granado fechando o pódio da segunda bateria da prova.



BATERIA 3:
Gilson Rodrigues e Ernesto Brock (HVM Racing Team) formando a primeira fila, A terceira bateria teve um inicio bem complicado, com pilotos dando escapadas logo na largada, entre eles Gilson Rodrigues e Emerson Barina (Herdez Competition) e Andre Sutti despencaram no grid.
Quem se dava bem além de Brock que pulou para a ponta, era Cadu Maciel que se aproveitou de toda a confusão saindo de 13º para 7º em uma volta.
Ao final de 21 voltas, Ernesto Brock venceu a bateria final do campeonato, com Cadu Maciel conquistando o terceiro pódio da etapa e Jesus Neto fechando em terceiro lugar no podium.
E assim se encerrou a última corrida do ano da VORC Series, Leonardo Lopes (Black Wings FSW) se sagrou campeão mesmo sem correr já que Paulo Rodrigues seu companheiro de equipe precisava vencer as três baterias na noite.



PROTESTOS E PUNIÇÕES:
Direção > G.Spindola [DQ] Não envio de LOG.


Pontuação punitiva:

PONTUAÇÃO PILOTOS:



PONTUAÇÃO EQUIPES:



VT DA ETAPA: