MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Cadu Maciel supera dificuldades em final emocionante e leva titulo da TC PickUp Argentina.


A TC PickUp Argentina chegou a sua última etapa no moderno circuito Termas de Rio Hondo, palco da decisão do título entre Cadu Maciel (BSP Racing) e Artur Vieira (Team Tchacha), separados por apenas 1 ponto.
O que deixou a briga muito tensa e que com certeza seria decidida nos minimos detalhes.

QUALIFICAÇÃO:

Jesus Neto (BSP Racing) fez o melhor tempo, apenas 0,061s mais rápido que Artur Vieira. Na segunda fila vinha Cadu Maciel e John Martins (#268 Racing). Na sequência vieram Ricardo Prediger, Alexandre Oliveira, Paulo Rodrigues, Luciano Rocha, Edilson Freshi e Michel Oliveira fechando os dez primeiros de um total de 17 carros.


BATERIA 1:
 Na luz verde, Jesus Neto manteve a ponta enquanto Ricardo Prediger (Team Schnell) numa largada sensacional pulava da quinta posição para segunda antes mesmo da curva 1. Enquanto isso Cadu Maciel superava Artur Vieira na curva 2 e iniciava uma perseguição a Ricardo Prediger, conseguindo superar o adversário na segunda volta. Mas a dobradinha da BSP Racing não durou muito tempo. Na curva seguinte Cadu Maciel recebeu um pequeno toque na traseira de Prediger e acabou rodando, caindo para a decima segunda posição. Na confusão, Artur Vieira se aproveitou da situação e voltou para a segunda posição que havia perdido na largada.
Destaques para o forte início de prova de Edilson Freshi (Tornado e-Motorsports) e para Marcelo Nunes (Mystery Racing Team) que desistiu na segunda volta após varias rodadas assim como Paulo Tchachalowski logo depois.
Às cinco primeiras posições se mantiveram inalteradas até o final da prova e com isso Jesus Neto venceu de ponta a ponta com Artur Vieira chegando em segundo e na sequência Ricardo Prediger, John Martins e Alexandre Oliveira.
Cadu Maciel numa corrida de recuperação ainda conseguiu a sexta posição após uma difícil batalha com Edilson Freshi que foi o sétimo. A seguir completaram Luciano Rocha, Emerson Czerkawski e Paulo Rodrigues fechando os dez primeiros.
Quinze pilotos completaram a prova com direito a Ernesto Brock (CTE Racing HVM) estourando o motor após cruzar a linha de chegada.


BATERIA 2:
 Com o resultado da primeira bateria, Artur Vieira agora tinha uma vantagem de 9 pontos sobre Cadu Maciel, mas vale lembrar que o grid da segunda prova é invertido entre os 10 primeiros. Assim Paulo Rodrigues (Time XtraBe) largou na pole, com Emerson Czerkawski (HVM Racing Team) em segundo. Na segunda fila Luciano Rocha (#268 Motorsport) e Edilson Freshi. Em quinto, o postulante ao título Cadu Maciel, seguido de Alexandre Oliveira, John Martins, Ricardo Prediger e o principal adversário de Cadu, Artur Vieira na nona posição. O vencedor da primeira bateria, Jesus Neto, fechava os 10 primeiros no grid que contava com 16 carros na pista.
Num início de prova movimentado, Luciano Rocha assumiu a ponta na primeira curva enquanto Ricardo Prediger em mais uma largada sensacional pulava de oitavo para terceiro.
Marcelo Vieira (Parma Motorsport) rodou ao apagar das luzes. Emerson Czerkawski trocou tinta com Cadu Maciel e também rodou, o mesmo acontecendo com John Martins após receber um toque de Jesus Neto.
Michel Oliveira (#268 Customs) com pneu furado, rodou forçando Artur Vieira a sair da pista. Assim ao termino da primeira volta tínhamos Cadu Maciel na segunda posição e Artur Vieira apenas em décimo.
Na segunda volta Cadu Maciel ultrapassou Luciano Rocha, assumindo a ponta, de onde não perdeu mais até o final.
Prediger rodou sozinho caindo de terceiro para sétimo enquanto Ernesto Brock (HVM Racing Team) pagava um auto drive thru após um toque em Paulo Rodrigues.
Na volta seguinte, andando muito forte, Jesus Neto já assumia a terceira posição enquanto Artur Vieira vinha em sexto.
Na quarta volta tivemos o primeiro abandono, com Paulo Tchachalowski desistindo da prova e logo em seguida Marcelo Nunes também se retirou.
Artur Vieira bem que tentava avançar na prova, mas em seu sapato tinha uma pedra chamada Alexandre Oliveira (CTE Racing HVM) que dificultou o quanto pode a vida do piloto da Team Tchacha. Depois de algumas voltas de disputas eletrizantes lado a lado, finalmente Artur conseguiu ultrapassar, assumindo a quinta posição e partindo para cima de Edilson Freshi. Mas um porta a porta entre os dois na primeira curva acabou tirando Artur da pista e logo depois mais uma escapada sozinha jogou o piloto para a oitava posição restando menos de 3 minutos para o final.
Enquanto isso Luciano Rocha e Jesus Neto também travavam uma ótima disputa pela segunda posição, mas em um porta a porta, Luciano acabou levanto a pior e rodou, caindo para sétimo.
Com isso iniciou uma disputa sensacional pela última vaga do pódio, entre Edilson Freshi, Alexandre Oliveira, Ricardo Prediger e John Martins. Entre muitas trocas de posições entre eles, na penúltima volta Ricardo Prediger e John Martins trocaram tinta na última curva e John acabou levando a pior, batendo no muro e abandonando logo em seguida.
Na abertura da última volta ainda tivemos Artur Vieira desistindo da prova. Assim, Cadu Maciel venceu a corrida sagrando-se campeão da TC PickUp, com Jesus Neto chegando em segundo e garantindo o título de equipes para a BSP Racing!
A última volta ainda viu um toque entre Alexandre Oliveira, Edilson Freshi e Ricardo Prediger. Na confusão quem se deu melhor foi o piloto da Tornado que terminou em terceiro, seguido de Alexandre Oliveira, Ricardo Prediger, Luciano Rocha, Ernesto Brock. Samuel Milani, Emerson Czerkawski e John Martins.


PONTUAÇÃO PILOTOS:
Cadu Maciel e Artur Vieira duelaram até o fim pelo titulo, com Cadu Maciel conseguindo reverter uma diferença de 9 pontos da penúltima bateria, com isso Cadu Maciel foi campeão com 121 pontos, enquanto Artur Vieira fechou com 110 pontos, Jesus Neto ainda conquistou o terceiro lugar no campeonato com 86 pontos conquistados.


PONTUAÇÃO EQUIPES:
A BSP Racing conquistou 5 vitórias em 6 etapas, e conquistou o titulo de equipes com 145 pontos, enquanto a Team Tchacha fez 110 pontos, a HVM Racing Team fechou com a terceira posição com 71 pontos.


VT DA ETAPA: