MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Ernesto Brock e Luciano Rocha vencem, mas Alexandre Oliveira ganha primeiro titulo na VORC Series.


A Clio Cup Portugal chegou em sua etapa final, no técnico circuito de Braga, palco da decisão do título. Alexandre Oliveira (CTE Racing HVM) estava numa posição confortável, pois tinha 26 pontos de vantagem para Cadu Maciel (BSP Racing) que não participou dessa etapa. Com isso o adversário em pista mais próximo na pontuação era Luciano Rocha (#268 Racing) 30 pontos atrás.

QUALIFICAÇÃO:
 Alexandre Oliveira fez a pole com o tempo de 1:25.266 seguido de Ernesto Brock (HVM Racing Team) com 1:25.353. Na segunda fila John Martins (#268 Racing) ficou apenas 0,001s atrás de Brock e tinha ao seu lado Paulo Rodrigues (Time XtraBe) correndo em casa.
Na sequência vieram Felipe Granado, Marcelo Vieira, Michel Oliveira. Luciano Rocha, Emerson Czerkawski e Jonatan Brochier fechando os dez primeiros de um total de 13 carros na pista.


BATERIA 1:
 Alexandre Oliveira não largou bem e foi superado por Ernesto Brock, John Martins e Paulo Rodrigues. A primeira volta transcorreu sem grandes alterações. Com exceção de Michel Oliveira (#268 Custom) que perdeu o controle e bateu no guard rail abandonando a prova.
Por ser uma pista de difícil ultrapassagem, os pilotos bem que tentavam, mas não conseguiam concretizar a manobra.
Na decima volta Alexandre Oliveira abriu para seu companheiro Felipe Granado passar e assumir a quarta posição, de olho no vice campeonato. Enquanto isso Jonatan Brochier (Chrome Racing) perdia o controle ao passar pela chicane e estampava o muro, abandonando a prova. Na volta seguinte, Alexandre Oliveira bateu na mesma chicane e também abandonou.
Ao fim de 15 voltas, Ernesto Brock venceu praticamente de ponta a ponta, com John Martins terminando em segundo e Paulo Rodrigues fechando o pódio em terceiro.
Na sequência vieram Felipe Granado, Marcelo Vieira, Emerson Czerkawski, Luciano Rocha, Givaldo Spindola, André Sutti e Wagner Antonelo, fechando os dez pilotos que completaram.
Mesmo abandonando, com esse resultado Alexandre Oliveira se sagrou campeão já nessa primeira bateria.


BATERIA 2:
 Como sempre, a segunda bateria traz grid invertido e com isso Wagner Antonelo (WARacing) largava na posição de honra dividindo a primeira fila com André Sutti da Parma Motorsport 2. Na segunda fila tínhamos Givaldo Spindola (Husky Racing Team) e Luciano Rocha. Na sequência vinha Emerson Czerkawski, Marcelo Vieira, Felipe Granado, Paulo Rodrigues, John Martins, Ernesto Brock, Alexandre Oliveira, Jonatan Brochier e Michel Oliveira fechando os 13 pilotos na pista.
Numa bateria mais movimentada, o destaque da largada dessa vez foi para Luciano Rocha que pulou de quarto para a ponta ainda na primeira curva. Outros que vinham forte eram Emerson Czerkawski que largou em quinto e na segunda volta já assumia a vice liderança, Paulo Rodrigues que era o quarto após largar em oitavo, Ernesto Brock que partiu em decimo e completou o segundo giro em quinto. e Alexandre Oliveira de decimo primeiro para sexto.
Paulo Rodrigues vinha em quarto, mas deu uma saída de pista e perdeu duas posições.
Na setima volta foi a vez de Marcelo Vieira, que vinha em terceiro, sair da pista no final da reta principal e perdeu a posição para Ernesto Brock e Alexandre Oliveira.
Faltando 7 minutos para o final, John Martins errou a entrada da chicane, bateu nos pneus e foi atingido por Felipe Granado. John ainda levou o carro até os boxes e abandonou. Três voltas depois foi a vez de Michel Oliveira acertar os pneus e se retirar da corrida.
Emerson Czerkawski tentava de todas as maneiras ultrapassar Luciano Rocha que tinha um ritmo bem mais lento mas defendia ferrenhamente a posição. Quando na última volta Emerson errou a segunda perna da chicane e bateu nos pneus sendo atingido por Ernesto Brock que vinha imediatamente atrás. Brock chegou a capotar mas seguiu na prova enquanto para Emerson foi fim de corrida.
Assim, depois de 15 voltas, Luciano Rocha venceu a segunda bateria, garantindo o vice campeonato e sendo o único piloto a vencer mais de uma corrida nna temporada. Alexandre Oliveira se aproveitou do acidente com os pilotos da HVM e terminou na segunda posição, depois de largar em decimo primeiro, e Marcelo Vieira da Parma Motorsport fechou o pódio.
Felipe Granado terminou em quarto, Ernesto Brock o quinto e Jonatan Brochier em sexto. Paulo Rodrigues tinha tudo para terminar na quarta posição mas teve que pagar um drive thru na última volta e com isso ficou apenas em sétimo. Na sequência vieram o pole da bateria, Wagner Antonelo, André Sutti e Givaldo Spindola. Dos 13 que largaram, 10 completaram a prova.


PROTESTOS E PUNIÇÕES:
Não houve protestos.

PONTUAÇÃO PILOTOS:

Alexandre Oliveira ja iniciou a bateria com o titulo praticamente garantido, com o fato de seu rival Cadu Maciel não ter participado da etapa, com o pódio na segunda bateria, Alexandre chegou aos 101 pontos, enquanto Luciano Rocha se aproveitou da vitória para tomar a vice-liderança do campeonato, enquanto Felipe Granado ainda fechou a temporada com um pódio com 2 pontos a menos que Luciano.


PONTUAÇÃO EQUIPES:

A #268 Racing conseguiu conquistar o titulo com 111 pontos, tendo CTE Racing HVM, e HVM Racing Team fechando o pódio no campeonato de equipes. 


VT DA ETAPA: