MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Drama, batidas e show em Kyalami


A etapa derradeira da Scirocco Cup Africa chegou a Kyalami para a grande final.
Contando com um grid de 16 carros o evento foi realizado com três pilotos com chances de titulos, de Alexandre Oliveira (CTE Racing HVM), Ernesto Brock (HVM Racing Team) e a outra CTE Racing HVM de Felipe Granado, ou seja uma briga direta entre companheiros de equipes, mas anote essa palavra, companheiro de equipe que isso fará parte do drama depois.

QUALIFICAÇÃO:
Cadu Maciel (BSP Racing) cravou a pole position com o tempo de 1:48.530, enquanto Alexandre Oliveira fechou a primeira fila, seguido de Gilson Rodrigues (BSP Racing) e Paulo Rodrigues (Time XtraBe), Ainda completaram o TOP 10: Ernesto Brock, Alexandre Emanuel, Felipe Granado, Cesar Bergesch, Marco Parma, Marcelo Vieira.


BATERIA 1:
Ernesto Brock bem que tentou, chegou a liderar 4 voltas da corrida, enquanto Alexandre Oliveira que havia feito uma largada não muito boa teve de se recuperar, com isso a corrida foi muito pegada.
Nas demais posições a briga comia solta, entre Marco Parma, Marcelo Vieira, Alexandre Emanuel e Felipe Granado.
Ao final de 12 voltas, Cadu Maciel venceu a bateria com boa margem sobre Ernesto Brock, Alexandre Oliveira foi o terceiro e Gilson Rodrigues o quarto, ainda fecharam o TOP 10: Marco Parma, Marcelo Vieira, Alexandre Emanuel, Felipe Granado, Emerson Czerkawsky e Cesar Bergesch.


BATERIA 2:
Tendo Cesar Bergesch (CBR Team) e Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team), a corrida começou com Emerson conseguindo a ponta, enquanto atrás a brigas por posições ficaram tensas com acidentes e toques.
Ernesto Brock que era lider e precisava que Alexandre fosse quarto colocado para não perder o titulo, já que tinha sido acometido por uma desconexão e via a corrida de fora.
Alexandre Oliveira conseguiu ir galgando posições até que ultrapassou Czerkawsky, foi onde o inacreditavel aconteceu, Czerka tentou a ultrapassagem e acabou se tocando com Alexandre Oliveira que rodou caindo para o quinto lugar, enquanto Emerson Czerkawsky ia aos boxes pagar um auto-drive thru, mas acabou atigido por Alexandre Emanuel (Parma Motorsports 2) que tentou ultrapassar junto pelo lado da entrada de box, sendo surpreendido, enquanto Cadu Maciel liderou por uma volta, e Jesus Neto (BSP Racing) assumia ponta. mas durou pouco, já que Jesus Neto esqueceu de por combustivel suficiente em seu carro e acabou dando adeus a prova.
Com isso Cadu Maciel reassumiu a ponta da prova, levando até o final, dominando o final de semana em Kyalami, com Alexandre Oliveira conseguindo o segundo lugar no final, já que Alexandre Emanuel acabou punido, o Portugues Paulo Rodrigues fechou o podio em terceiro.
Ainda completaram a prova: Felipe Granado, Alexandre Emanuel, Marcelo Nunes, Emerson Czerkawsky, Emerson Barina.
Com isso Alexandre Oliveira conseguiu o titulo empatado com Ernesto Brock, mas com um segundo lugar a mais que Brock levou a melhor em seu segundo titulo competitivo nos dianteiros.


PROTESTOS E PUNIÇÕES
E.Czerkawsky > A.Emanuel - [N2, +20s] Toque fazendo adversário rodar.
E.Barina > A.Sutti - [N2, +20s] Toque fazendo adversário rodar.

PONTUAÇÃO DE PILOTOS:
Alexandre Oliveira acabou conquistando seu segundo titulo, empatou em pontos com Ernesto Brock e a classificação ficou decidida no desempate apenas no segundo critério que é o de 2º lugares. Brock, o vice teve 1 vitória e 2 segundo lugares.
Felipe Granado acabou fechando o campeonato com o terceiro lugar ao fazer 65 pontos.


PONTUAÇÃO DE EQUIPES:
A CTE Racing HVM, foi a campeã com 97 pontos conquistados, a HVM Racing Team foi a vice lider com 79 pontos, e a BSP Racing fechou com 75 pontos conquistados no final. Bom resultado também para as equipes Parma Motorsports 2 e a Matriz, que fecharam em 4º e 5º lugares, mostrando forte evolução.


VT DA ETAPA: