MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

O milésimo na hora certa!


A Deutsche Challenge GT3 Series chegou para sua primeira etapa, contando com 22 dos 32 inscritos até então o grid parecia de bom tamanho para o traçado complicado de Orschersleben na Alemanha,mas a corrida tinha o desgastes de pneus como grande problemas aos pilotos com as estratégias falando alto, no fim o que se viu foi um dos finais de semanas mais épicos da história da VORC Series.

QUALIFICAÇÃO:
Alisson Borges colocou o Porsche da 4EverBr na pole position com o tempo de 1:27.279 e tendo ao seu lado a BMW de Alexandre Oliveira, da CTE Racing HVM.
Na segunda fila tínhamos a Mercedes de Elisio Netto (MS-2 Motorsports) e a BMW de Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team). Completando os 10 primeiros vinham Thallisson Santos (HVM Racing Team), Ricardo Prediger (Team Schnell), Vinicius Gonçalves (BMRS e-Sports), João Hebert (M Tech Academy), Jonatan Brochier (Chrome Racing) e Lucas Miranda da equipe OS Front Row.


CORRIDA:
A largada de segurança permitiu que todos os pilotos passassem pela complicada primeira curva sem problemas, com Alisson Borges seguindo na liderança. Enquanto la na frente as posições se mantinham inalteradas, a parte de trás do grid via muitos erros e escapadas de pista, principalmente entre os pilotos que andam de Porsche.


Na quinta volta, na freada da primeira curva, um toque de Elisio Netto em Alexandre Oliveira que consequentemente atingiu o líder Alisson Borges, fez os dois primeiros rodarem.
Emerson Czerkawski se aproveitou da situação para assumir a ponta da prova, tendo Alexandre Oliveira em segundo e Thallisson Santos em terceiro. Depois do toque e de perder a liderança, Alisson Borges recolheu para os boxes e abandonou a corrida.
Na décima primeira volta, Emerson Czerkawski cometeu um pequeno erro e foi superado por Alexandre Oliveira que assumiu a ponta.
As BMW vinham dominando a prova, ocupando às três primeiras posições e faltando cerca de 35 minutos para o final, começaram os pit stops.
Alexandre Oliveira rodou e acabou voltando na 4.ª posição e via nesse momento uma dobradinha dos pilotos da HVM, com Emerson em primeiro e Thallisson em segundo.
Após toda sequencia de pit stops, tudo indicava que a maioria dos pilotos teria que fazer uma segunda parada, mas quem conseguisse administrar melhor o desgaste dos pneus, talvez desse o pulo do gato no final da prova.
Após as paradas, a Mercedes passava a dominar, com Elisio Netto na liderança e João Hebert em segundo, seguidos por Emerson Czerkawski com a BMW em terceiro.
A prova seguiu sem alterações importantes, até que Vinicius Gonçalves abriu a segunda rodada de pit stops, faltando 15 minutos para o final.
O até então líder, Elisio Netto fez sua parada e João Hebert assumiu a ponta, com Emerson Czerkawski em segundo.
Restando 9 minutos para o fim, Elisio Netto se tocou com Alexandre Oliveira na curva 1, com o piloto da CTE Racing HVM levando a pior e batendo na proteção de pneus. Fim de prova para Alexandre e com isso tivemos a primeira bandeira amarela da prova.
Essa intervenção do safety car foi a salvação de quem tinha problemas com o desgaste de pneus, nivelando todos os pilotos.
Com cerca de 2 minutos para o final teve a relargada. Emerson Czerkawski tentava de todas as maneiras passarem João Hebert que se defendia com unhas e dentes. Mais para trás, muitas trocas de posições entre os pilotos, deixando tudo indefinido.
Na última volta, Emerson entrou mais lançado na reta principal, onde seguiram lado a lado até a linha de chegada, com vitória de Czerkawski por inacreditáveis 0,001s de vantagem sobre João Hebert.
Com um dos finais mais espetaculares, se não o mais, já registrados na VORC, tivemos vitória da BMW sobre a Mercedes, depois de 41 voltas completadas.
Thallisson Santos colocou mais um carro da HVM Racing Team no pódio, finalizando na terceira posição. Lucas Miranda, Luciano Rocha, Jonatan Brochier, Vinicius Gonçavez, Felipe Muniz, Eliso Netto e Tadeo Primavera completaram o top 10 de uma prova que foi sensacional.


PROTESTOS E PUNIÇÕES:
A.Borges > E.Netto [+20s +N2] (Vta 6 9:22) Acidente

A.borges > E.Netto [+10s +N1] (Vta 6 9:36) Ultrapassagem forçada
A.Oliveira > E.Netto [+20s +N2] (Vta 6 9:22) Acidente

*Piloto Elisio Netto antingiu 5 pontos com isso ficará sem qualificação na próxima etapa. 


CAMPEONATO DE PILOTOS:
Emerson Czerkawski começa o campeonato com 25 pontos, na liderança, João Hebert 20 pontos, e Thallisson Santos começou o campeonato com 16.



CAMPEONATO DE PILOTOS:
A HVM Racing Team começa como lider com 25 pontos, a M Tech Academy tem 20 pontos conquistados, enquanto a OS Front Row 14 pontos e figura na terceira posição.


PRÓXIMA ETAPA:
Agora a categoria vai para Lausitzring, onde o traçado travado será outro desafio aos pilotos do campeonato, mesmo tendo dois trechos de ovais, a pista não dá uma velocidade muito forte aos carros.


VT DA ETAPA: