MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Em corrida com requintes de drama Brock é campeão e Mali volta a vencer na carreira.


A última etapa da Mini Challenge England Series foi repleta de emoções, no traçado curto de Donington contando com um sistema de anticut muito sensível os pilotos teriam de se virar muito na última chicane, a briga pelo título que parecia tranquila acabou se tornando uma novela, e teve gente tirando a poeira das vitórias na carreira.

QUALIFICAÇÃO:
Danilo Sousa (FastLap Esports) cravou a pole position com o tempo de 1:21,339. Enquanto Gilson Rodrigues (BSP Racing) foi o segundo colocado com 1:21,774.
Felipe Granado da CTE Racing HVM e Bruno Mali da Piratas formaram a segunda fila.
O português Paulo Rodrigues da Time XtraBe, e Dani Gomes da Chrome fizeram a terceira fila.
Alexandre Oliveira, Elisio Netto, Jesus Neto e Jonatan Brochier fecharam o Top 10.
O líder do campeonato Ernesto Brock da HVM Racing Team fez um péssimo treino e largou apenas em 12º.




BATERIA 1:
A primeira bateria começou movimentada, com Danilo Sousa tentando disparar na frente e somar o maior número de pontos possíveis. Bruno Mali e Felipe Granado vinham logo atrás.
Lá atrás Brock enfrentava problemas em um incidente com Elisio Netto, e fez um auto-drive thru. Alexandre Oliveira também vinha se mantendo no meio buscando tentar chegar o mais perto roubar pontos de Brock que sofria no fim do pelotão.
Danilou Sousa acabou errando sozinho e perdendo a liderança da prova para Bruno Mali!
Ao final da bateria, chegaram as punições pelo excesso de cortes, com isso a corrida começou a ter mudanças, a ponto de Ernesto Brock conseguir um salto na final da volta de 13º para o 9º lugar!
Bruno Mali depois de anos, volta a vencer no AV e trazendo a Piratas de volta as vitória.
O português Paulo Rodrigues foi o segundo colocado, enquanto Felipe Granado fechou o podio da etapa.
Alexandre Oliveira foi o quarto e voltou a sonhar com o título, Danilo Sousa foi o 6º apesar dos problemas, e Ernesto Brock o 9º reduzindo bem o prejuízo da bateria.




BATERIA 2:
Com Helio Vamberto (Equipe Piratas) e Ernesto Brock saindo da primeira fila, a segunda bateria, vinha com clima de decisão.
Brock logo de cara tomou a ponta da prova, e viu no final da primeira volta Helio Vamberto ser pego por Marcelo Vieira da Parma Motorsports causando o abandono de ambos.
No meio do grid os pegas iam vindo com Dani Gomes, Martin Rossi (Scuderia Rossi) que formavam um pelotão único com vários carros atrás.
Ao conseguir escalar o pelotão, Danilo Sousa conseguiu se aproximar de Ernesto Brock e começaram um duelo eletrizante onde a cada volta trocavam de posições.
Ao final de 16 voltas, Danilo Sousa venceu a bateria final da categoria, garantindo assim o vice campeonato!, Ernesto Brock depois de passar momentos tensos na primeira bateria, conseguiu o título da categoria, e Martin Rossi conquistou o primeiro pódio do argentino na liga!




PROTESTOS E PUNIÇÕES:
Bateria 2:
H.Vamberto > M.Vieira - +N3 Toque causando acidente.




PONTUAÇÃO PILOTOS:
Ernesto Brock sai com o título da categoria com 148 pontos conquistados, Danilo Sousa tomou a vice liderança com 135 pontos, enquanto Alexandre Oliveira fechou a temporada em terceiro.
Vale uma menção honrosa e Bruno Mali que fechou a temporada com um ótimo quarto lugar com 87 pontos e mesmo com duas baterias a menos.





CAMPEONATO DE EQUIPES:
A HVM Racing Team sai com o título de equipes com 170 pontos, a Fast Lap Esports sai com o vice campeonato, enquanto a Equipe Piratas fecha o campeonato em terceiro lugar.




VT DA ETAPA