MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Elisio Netto a lá tango, vence umas das baterias de Buenos Aires e lidera campeonato.


Com um grid de 24 caminhões a Copa Truck da VORC Series foi para sua segunda etapa, em seu campeonato sul-americano, desta vez em Buenos Aires, com o traçado 8, sendo uma pista rápida e com um forte ponto de frada onde os pilotos sofreram um bocado para parar os brutos, com corridas movimentadas e muitas ultrapassagens a corrida deixou boa impressão e expectativa para a próxima etapa.


QUALIFICAÇÃO.
Elisio Netto (Cisco Air Racing) foi quem cravou a pole position colocando quase meio segundo de Bruno Miranda da BMRS que ficou com o segundo tempo, a disputa de tempos foi de 1:34.826, contra 1:35.292 de Bruno.
Alisson Bullet da Simel Racing e Ricardo Prediger com sua Schnell formaram a segunda fila.
João Hebert e Alexandre Oliveira formaram a terceira fila com M Tech e HVM Racing.
Fecharam o 10 primeiros do grid: Ernesto Brock, Diego Carranza, Martin Rossi e Jonatan Brochier.



BATERIA 1.
Na largada as primeira confusões, vários pilotos se enroscaram e um deles foi João Hebert que acabou indo para o fim do grid.
Elisio Netto e Bruno Miranda saíram ilesos e fugiram na frente, na terceira Ricardo Prediger passava por Alisson Bullet que entrava em disputa com o peruano Diego Carranza (Bubba Racing), até que um acidente entre eles gerou o abandono de Bullet.
Martin “el loco” Rossi (Scuderia Rossi) vinha bem também com uma solida quinta posição.
Na metade da prova, os erros e incidentes entre os pilotos vinham ficando recorrentes, com todo mundo tentando dar o melhor de si.
O argentino Tonga Guardia da Branca Sports Team e Francisco Costa da Cisco Air Racing foram dois pilotos que vinham bem, mas acabaram abandonando a prova por problemas.
Ao final de 14 voltas, Elisio Netto venceu a primeira bateria, com Bruno Miranda em segundo lugar, Ricardo Prediger levou sua Schnell ao terceiro posto da bateria.
completaram o TOP 10: Alexandre Oliveira, Martin Rossi, João Hebert, Jonatan Brochier, Ernesto Brock, Diego Carranza e Marcio Rocha.


BATERIA 2.
Com Marcio Rocha (Cisco Air Pro 1) e Diego Carranza na primeira fila após a inversão do grid. A segunda bateria prometia bastante por causa da inversão do grid.
A largada já contou com uma confusão, Marcelo Rocha caiu na classificação, Brock (HVM Racing Team) pulou para a ponta, e Diego Carranza se envolveu num enrosco com João Hebert e ficou atravessado na pista.
Do meio pro final mais confusões Emerson Czerkawski (CTE Racing HVM) rodava após o curvão e consegue escapar de uma confusão generalizada.
Marcelo Nunes (MRT) e Francisco Costa foram mais gente envolvidas em confusões.
Elisio Netto vinha em recuperação subindo o grid, e na volta 7 um erro o tirou do segundo lugar, perdendo a posição para Bruno Miranda. Mas recuperando na volta seguinte.
Ao final de 22 minutos e 14 voltas João Hebert vence sua segunda corrida na temporada, com Elisio Netto em segundo, Bruno Miranda fechando com o terceiro lugar na bateria.
Finalizaram o top 10: Ernesto Brock, Ricardo Prediger, Martin Rossi, Jonatan Brochier, Marco Parma, Paulo Rodrigues e Diego Pilla. Com o resultado após as punições da primeira bateria.


PROTESTOS E PUNIÇÕES.
Bateria 1.
F.Costa – D.Pilla – Volta 1, Invalidada - Tempo não referente ao protesto.

Bateria 2.
B.Miranda – M.Rossi – Volta 5, N1, +10s – Mudança de trajetória mais de uma vez.
B.Miranda – M.Rossi – Volta 5, N2, +20s – Toque causando incidente.
F.Costa – D.Pilla – Volta 1,  N2, 20s – Toque causando incidente.
F.Costa – F.Esquitino – Volta 5, N2, +20s – Toque causando incidente.
A.Bullet – R.Rodrigues – Volta 4, Invalidada - Tempo não referente ao protesto.
Direção – A.Bullet – Volta 4, N1, +10s – Uso de Buzina.
Direção – R.Rodrigues – Volta 3, N1, +10s – Uso de Buzina.

PONTUAÇÃO CARTEIRA.


Punições.
Rafael Rodrigues – Ficará sem qualificação na próxima etapa.

PONTUAÇÃO PILOTOS.
Elisio Netto assume a liderança do campeonato com 78 pontos, enquanto João Hebert vem como vice líder da competição 9 pontos atrás.
Ricardo Prediger vem logo atrás com 62 tentos feitos.


PONTUAÇÃO EQUIPES.
A equipe Cisco Air Racing lidera com 78 pontos, com a M Tech Sports vindo com 69 pontos.
A Team Schnell fecha o terceiro posto por hora com 62 pontos conquistados.


PONTUAÇÃO MARCAS.
A Scania lidera o campeonato com 84 pontos, com VolksWagen em segundo com 78, e a Mercedes-Benz com 66 pontos.


PRÓXIMA ETAPA.
Agora a categoria vai ao Uruguai, para a etapa de Rivera, circuito muito conhecido por estar na divisa com o Brasil. Com uma longa reta, mas um trecho mais trabalhoso em seu miolo, a prova promete bastante.


VT DA ETAPA.