MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Danilo Sousa vence primeira bateria de Autopolis, e dispara na liderança.


Em mais uma noite de grid cheio na Lancer R Cup Japan Series, com um total de 27 carros a corrida contou com muitas ultrapassagens, com pilotos saindo de trás no grid e outros ficando pelo caminho.

Com baterias vencidas por Danilo Sousa e o argentino Martin Rossi o campeonato vai com cinco pilotos ainda na briga pelo título.


QUALIFICAÇÃO.
Danilo Sousa (Independente) foi o mais rápido com o tempo de 1:20.878, enquanto Luiz Schmitz da #268 Racing em grande fase fez 1:21.313.
Bruno Mali (Equipe Piratas) e Ernesto Brock (HVM Racing Team) formaram a segunda fila.
Tonga Guardia, Jesus Neto, Gilson Rodrigues, Marcelo Vieira, Paulo Rodrigues e Jorge Dillerva completaram o top 10 do qualy.


BATERIA 1.
Danilo Sousa liderou de ponta a ponta a primeira bateria de Autopolis, colocando uma diferença de 19 segundos para o argentino Tonga Guardia (Branca Sport Team).
No meio do grid as brigas intensas durante a corrida fizeram Gilson Rodrigues (BSP Racing) que saiu de 7º para o 3º lugar.
Ernesto Brock mesmo com enrosco com Martin Rossi (Scuderia Rossi) que acabou punido, Brock ainda fechou em 4º e Marcelo Vieira da Parma Motorsports que brigando pelo titulo foi apenas o 5º colocado.
Alexandre Oliveira, Emerson Czerkawsky, Cyro Santana, Jorge Dillerva e Givaldo Spindola completaram o top 10 dos 18 carros que terminaram a bateria.


BATERIA 2.
Cyro Santana (4EverBr) e Emerson Czerkawsky da HVM Racing Team, saíram da primeira fila.
Martin Rossi se aproveitou da boa largada e subiu o grid rapidamente para a liderança. Enquanto Cyro Santana segurava o pelotão, com isso formou-se muitas disputas ao longo da bateria, toques e acidentes acontecendo.
Ao final de 16 voltas, Martin Rossi vence sua primeira corrida na história na liga VORC Series, com Alexandre Oliveira passando em segundo lugar, mas sendo punido com um DQ, por um não envio de LOG.
Com isso Ernesto Brock fechando no segundo lugar e o heroico Bruno Mali saindo da 23ª posição e fechando no podium depois de um estouro de motor na bateria 1.
Marcelo Vieira fica na quarta posição e com isso reduz um pouco da diferença para Danilo Sousa.
Emerson Czerkawsky conseguiu seu melhor resultado na Lancer em quinto.
Paulo Rodrigues, Dani Gomes, Martin Benavides, Jonatan Brochier e o líder Danilo Sousa fecharam os 10 primeiros dos 18 carros que finalizaram a bateria.


PROTESTOS E PUNIÇÕES.
Bateria 1.
E.Brock > M.Rossi - +20s, N2 – Toque causando incidente.
E.Czerkawsky > D.Gomes - +20s, N2 – Toque causando incidente.

ADV – Gilson Rodrigues, piloto mudando a tangencia (zigue zague) fugindo de vácuo.

Bateria 2.
H.Vamberto > A.Dance - +20s, N2 – Toque causando incidente.
D.Gomes > G.Rodrigues - +20s, N2 – Toque causando incidente.
Direção > A.Bedoya - +20s, N2 – Continou a corrida sem asa traseira.
J.Dillerva > B.Mali – Reversão* - +30s, N3 – O piloto protestante foi quem causou o incidente e acabou envolvendo um terceiro carro no incidente.

Punições próxima etapa.
Jorge Dillerva +15 posições no próximo grid.

CARTEIRA PUNITIVA.


PONTUAÇÃO PILOTOS.
Danilo Sousa sai de Autopolis com 19 pontos de vantagem encima de Marcelo Vieira, enquanto Ernesto Brock sobe bem no campeonato e aparece em terceiro com 77 pontos.
O português Paulo Rodrigues e o argentino Martin Rossi continuam na briga pelo titulo com chances matemáticas.



PONTUAÇÃO EQUIPES.
IDS segue líder com 102 pontos, com a Parma Motorsports vindo na vice liderança do campeonato, a HVM Racing Team vem logo atrás em terceiro.


PRÓXIMA ETAPA.
Agora a categoria vai para uma corrida noturna em Suzuka, em seu traçado curto, que vai prometer uma corrida muito complicada, pois o traçado vai trazer uma corrida movimentada e apertada.


VT DA ETAPA.