MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Super Clio começa com tudo em terras argentinas.


A estréia da Super Clio Sudamericana não podia ser melhor, em terras argentinas para a primeira etapa do campeonato, o circuito de Rafaela em sua versão “roval” trouxe emoção ao melhor estilo, com um grid com 24 carros, as duas baterias tiveram disputas, side by side e pilotos errando em momentos cruciais, fato é, o campeonato começou de forma emocionante e promete muito para o seu complemento.

QUALIFICAÇÃO:
A pole position ficou com Givaldo Spindola da Husky Racing Team, com o tempo de 1:22.332, Dani Gomes (Chrome Racing) foi o segundo colocado, o piloto fez o tempo de 1:22.415, ficando a apenas 0.083 de Givaldo.
A segunda fila ficou formada por Danilo Sousa (The Racers Team) e Alexandre Oliveira da CTE Racing HVM.
O top 10 ainda foi formado por: Felipe Granado, Tonga Guardia, João Pedro, Ernesto Brock, Jonatan Brochier e o peruano Alex Dance.


PRIMEIRA BATERIA:
Dani Gomes aproveitou bem a largada, e pulou para a ponta, com Givaldo caindo algumas posições durante a largada, Tonga Guardia (Branca Sport Team) se aproveitou bem saindo de sexto e foi a segundo, e ficou em uma disputa intensa com Alexandre Oliveira.
Ernesto Brock era outro que vinha em crescente e chegou a andar na segunda posição se aproveitando bem das disputas, os incidentes iam acontecendo do meio para trás com bastante pilotos errando e se acidentando.
Em meio a tudo isso, Dani Gomes liderou as 15 voltas da corrida, para conquistar sua segunda vitória na liga, com o argentino Tonga Guardia em segundo lugar, a 1.6 segundos atrás de Dani, Ernesto Brock colocou sua HVM Racing Team em terceiro no grid.


O Top 10 ainda foi completado por: Alexandre Oliveira, João Pedro, Marcelo Vieira, Bruno Mali, Lino Palladino, Marcio Rocha e Paulo Rodrigues, ao todo 16 pilotos completaram a bateria.




SEGUNDA BATERIA:
Com Paulo Rodrigues (Time XtraBe) e Marcio Rocha (Cisco Air Racing 2) formaram a primeira fila com a inversão do grid.
Quem se deu bem logo na largada foi Bruno Mali (Equipe Piratas) que logo pulou para frente e assumiu a liderança.
Paulo Rodrigues vinha em segundo, enquanto na terceira posição disputas entre Ernesto Brock, Dani Gomes, Tonga Guardia e João Pedro (Cisco Air Racing) esquentavam pelo terceiro lugar e em meio a isso, Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team) vinha saindo de 24º para a briga em franca acessão na prova.
Mas na volta 7, enquanto tentava um ultrapassagem na linha interna sobre Mali que havia errado e perdido a liderança para Tonga Guardia e João Pedro o piloto  acabou perdendo o carro e batendo forte, dando adeus a prova.
Tonga Guardia que não tinha nada a ver com isso liderou as 10 voltas finais e venceu a segunda bateria, com Givaldo Spindola que fez uma baita corrida e ganhou 16 posições para terminar em segundo, Alexandre Emanuel (Parma Motorsports) conquistou seu primeiro pódio pela equipe, e fechou em terceiro lugar.


Danilo Sousa atual campeão da Lancer R Cup, foi o quarto com: Alexandre Oliveira, João Pedro, Jorge Dillerva, Dani Gomes, Felipe Granado e Ernesto Brock completando os 10 primeiros, dos 14 pilotos que completaram a bateria.


PUNIÇÕES:
Bateria 1
Direção > M.Benavides – DQ, Não envio de LOG solicitado.

Bateria 2
Direção > M.Benavides – DQ, Não envio de LOG solicitado.

CARTEIRA PUNITIVA:



COMO FICA?:
Tonga Guardia assume a liderança com os pódios ao somar 45 pontos, enquanto Dani Gomes aparece como vice líder em somar 33 pontos. Alexandre Oliveira somou 26 e aparece em terceiro lugar.


No campeonato de equipes a Branca Sport Team sai na liderança com 45 pontos, a Parma Motorsports é a vice líder com 34 pontos, e a CTE Racing HVM começa como terceira colocada tendo feito 33 pontos.



AGENDA:
Agora a categoria vai ao Uruguai, para a etapa de Punta del Este, circuito de rua, muito técnico e ondulado, com trechos de subidas e descidas, esse traçado é baseado no da Formula E com suas retas e chicanes que irão dificultar as coisas para os pilotos.




VT DA ETAPA: