MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Luciano Rocha vence terceira edição da Daytona 500

 


A VORC Series realizou no ultimo dia 31 de Janeiro a sua terceira edição da Daytona 500, contando com um grid de 25 carros, e etapa tinha tudo para ser muito emocionante, o final de certa forma foi, mas a corrida acabou marcada pelo excesso de amarelas e alguns pilotos com problemas que acabou gerando algumas desconexões inesperadas.

QUALIFICAÇÃO.
No sábado a noite, os pilotos foram para a pista para a qualificação.
A pole position ficou com Givaldo Spindola da Husky, com Emanuel Granja da Parma Motorsport no segundo posto.
Edgar Horst Jr da M Tech Sports e Ernesto Brock (CTE Racing HVM) formaram a segunda fila.
Com Lucas Periotto, Marcelo Vieira, Luiz Gustavo, Francisco Costa, John Martins e Elisio Netto formando o top 10.

Grid de largada:
01º - Givaldo Spindola – Husky Racing Team (Chevrolet) 49,817
02º - Emanuel Granja- Parma Motorsport 2 (Toyota) 49,836
03º - Edgar Horst Jr – M Tech Sports (Toyota) 49,839
04º - Ernesto Brock – CTE Racing HVM (Chevrolet) 49,848
05º - Lucas Periotto – M Tech Academy (Toyota) 49,853
06º - Marcelo Vieira – Parma Motorsport (Toyota) 49,864
07º - Luiz Gustavo – BSP Racing (Chevrolet) 49,884
08º - Francisco Costa – Cisco Air Racing (Ford) 49,885
09º - John Martins - #268 Racing (Chevrolet) 49,892
10º - Elisio Netto – Cisco Air Racing (Ford) 49,899
11º - Fernando Esquitino – Branca Sport Team (Chevrolet) 49,935
12º - João Hebert – M Tech Academy (Toyota) 49,955
13º - Paulo Rodrigues – Time XtraBe (Toyota) 49,964
14º - Marcelo Nunes – Mystery Racing (Ford) 49,971
15º - Alexandre Oliveira – CTE Racing HVM (Chevrolet) 49,986
16º - Luciano Rocha - #268 Racing (Chevrolet) 49,987
17º - Marco Parma – Parma Motorsport (Toyota) 49,994
18º - André Sutti – Parma Motorsport 2 (Toyota) 50,064
19º - Helio Vamberto – Equipe Piratas (Ford) 50,069
20º - Vinicius Oliveira – Cisco Air Racing 2 (Ford) 50,144
21º - Marcio Rocha – Cisco Air Racing 2 (Ford) 50,150
22º - Emerson Czerkawski – HVM Racing Team (Chevrolet) Sem Tempo
23º - Marco de Andrade – M Tech Sports (Toyota) Sem Tempo
24º - Thallisson Santos – HVM Racing Team (Chevrolet) Não Participou
25º - Felipe Muniz – OS Front Row (Toyota) Não Participou

CORRIDA.
Com um início conturbado a corrida já na largada contou com problemas que geraram a primeira amarela.
A corrida teve um desenrolar bem complicado, com pilotos sofrendo muito no trecho da curva quatro, onde um desnível na pista traia a confiança dos pilotos.
Givaldo Spindola foi quem iniciou a corrida liderando a maior parte até a volta 32, quando foi aos boxes, onde muitos pilotos já vinham nessa condição de parar e fazer suas estratégias.
Varios nomes fortes como Ernesto Brock, Edgar Horst Jr (M Tech Sports), Alexandre Oliveira (CTE Racing HVM) lideravam a prova, assim como John Martins (#268 Racing) e Luciano Rocha companheiro de equipe dele, vinham em prova de sondagem e ganhando terreno estudando os adversários.
Com 156 voltas, apenas 11 carros seguiam na prova e com uma forte previsão que a corrida acabaria mesmo por tempo.
No stint final Marcio Rocha (Cisco Air Racing), Luciano Rocha e Alexandre Oliveira travaram grande duelo pela vitória. Com Luciano levando a melhor no final, Alexandre Oliveira cruzou em segundo lado a lado com Marcio Rocha que foi o terceiro colocado, enquanto o português Paulo Rodrigues foi o quarto colocado mesmo com um carro todo danificado, fechando o grid com os quatro finalistas da prova.

RESULTADO FINAL:
01º - Luciano Rocha - #268 Racing (Chevrolet) 179 voltas
02º - Alexandre Oliveira – CTE Racing HVM (Chevrolet) 179 voltas
03º - Marcio Rocha – Cisco Air Racing 2 (Ford) 179 voltas
04º - Paulo Rodrigues – Time XtraBe (Toyota) 179 voltas
05º - Elisio Netto – Cisco Air Racing (Ford) Abandono 172 voltas
06º - Emanuel Granja – Parma Motorsport (Toyota) Abandono 172 voltas
07º - Fernando Esquitino – Branca Sport Team (Chevrolet) Abandono 165 voltas
08º - Edgar Horst Jr – M Tech Sports (Toyota) Abandono 160 voltas
09º - Ernesto Brock – CTE Racing HVM (Chevrolet) Abandono 160 voltas
10º - John Martins - #268 Racing (Chevrolet) Abandono 156 voltas
11º - Givaldo Spindola – Husky Racing Team (Chevrolet) Abandono 156 voltas
12º - Felipe Muniz – OS Front Row (Toyota) Abandono 132 voltas
13º - Francisco Costa – Cisco Air Racing (Ford) Abandono 103 voltas
14º - Luiz Gustavo – BSP Racing (Chevrolet) Abandono 91 voltas
15º - João Hebert – M Tech Academy (Toyota) Abandono 74 voltas
16º - Lucas Periotto – M Tech Academy (Toyota) Abandono 74 voltas
17º - Thallisson Santos – HVM Racing Team (Chevrolet) Abandono 67 voltas
18º - Marco de Andrade – M Tech Sports (Toyota) Abandono 52 voltas
19º - Helio Vamberto – Equipe Piratas (Ford) Abandono 51 voltas
20º - Vinicius de Oliveira – Cisco Air Racing 2 (Ford) Abandono 50 voltas
21º - Marcelo Vieira – Parma Motorsport (Toyota) Abandono 31 voltas
22º - Marco Parma – Parma Motosport (Toyota) Abandono 30 voltas
23º - Emerson Czerkawski – HVM Racing Team (Chevrolet) Abandono 23 voltas
24º - André Sutti – Parma Motorsport 2 (Toyota) Abandono 17 voltas
25º - Marcelo Nunes – Mystery Racing (Ford) Abandono 13 voltas

PROTESTOS E PUNIÇÕES.
M.de Andrade > M.Vieira – Indeferido – O protesto foi enviado como defesa de posição causando situação perigosa, sendo que o lance claramente foi um retorno de uma rodada, com o #50 vindo no meio da pista, com o #59 retornando a pista pela lateral, ao notar o #50 que vinha isolado longe do pelotão, o #59 volta a esquerda. Ambos os carros NÃO SE TOCARAM, o #50 não perdeu tempo.

VT DA ETAPA.