MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Cleveland em corrida confusa, Brock vence e lidera campeonato.

 


A segunda etapa da Cisco Air Indycar Series começou até que em bom ritmo, mas ao longo da corrida, pilotos um pouco afoitos, e a pista veloz e larga também ajudaram.
Mas a corrida também contou com bastante ultrapassagens e disputas, com um final para lá de conturbado, ao fim de mortos e feridos a corrida teve um grande final.

QUALIFICAÇÃO.
Yuri Araujo (Cisco Air Racing 3) fez a pole position com o tempo de 1:00.994, enquanto a Chrome Racing veio na sequência com seus dois carros, com Jonatan Brochier e Dani Gomes na sequência. Vinicius Oliveira fechou a segunda fila com a Cisco Air Racing 2.
Marcio Rocha, Felipe Granado, João Gabriel, Alexandre Oliveira, Paulo Rodrigues e Ernesto Brock completaram o top 10 dos 20 carros que largaram.


CORRIDA.
A primeira parte da corrida começou bem de certa forma, com uma largada tranquila, menos para Yuri Araújo que líder da prova, acabou tendo problemas com seu simulador e caiu fora da corrida.
Com isso Vinicius Oliveira foi quem assumiu a liderança seguido de Jonatan Brochier e Alexandre Oliveira (CTE Racing HVM).
Com a primeira bandeira amarela agitada vários pilotos foram aos pits, tanto para a lógica parada, quanto para trocar o composto de pneus, já que era obrigatório o uso de dois compostos na corrida.
Na relargada Brochier apareceu como líder da prova, na 14ª volta foi a vez de Felipe Granado (CTE Racing HVM) ir a ponta da prova.
Na 18ª volta com nova janela de pits entre os pilotos que não haviam parado, Vinicius Oliveira reassumiu a ponta da prova.
No trecho final da corrida, a corrida começou a amarrar com as bandeiras amarelas, Jonatan Brochier vinha liderando, seguido de Martin Rossi e Brock. Na 39ª volta Ernesto Brock assume a ponta da prova, enquanto nova amarela acontecia.
Na última volta relargada da amarela depois de duas tentativas, Brock vem na curva com Alexandre Oliveira e Brochier tentando a ultrapassagem mas Elisio Netto (Cisco Air Racing) mergulhou e acertou o piloto da Chrome, com isso nova bandeira amarela agitada.
Com 46 voltas completadas, Ernesto Brock vence o GP de Cleveland com Alexandre Oliveira em segundo fechando a dobradinha do grupo HVM, Vinicius Oliveira fechou na terceira posição, mas Alexandre Oliveira foi punido por um toque com o próprio Vinicius Oliveira, com isso Vinicius Oliveira foi o segundo, e Emerson Czerkawski o terceiro colocado, com o top 10 após as punições sendo completados por: Marcio Rocha, Felipe Granado, João Gabriel, Alexandre Oliveira, Jonatan Brochier, Paulo Maeda e Dani Gomes, dos 15 carros que completaram a prova oficialmente.


PROTESTOS E PUNIÇÕES.
V.de Oliveira > A.Oliveira (volta 32) +20s N2
F.Costa > H.Vamberto (volta 41) Reversiva +20s N2 *
E.Czerkawski > F.Granado (volta 22) Indeferido
E.Czerkawski > M.Rossi (volta 36) indeferido
E.Czerkawski > E.Netto (volta 23) +20s N2
E.Brock > E.Netto (volta 22) +20s N2
P.Maeda > M.Rossi (volta 44) +30s N3
J.Brochier > E.Netto (volta 46) +30s N3
D.Gomes > E.Netto (volta 46) +30s N3
M.de Andrade > M.Rossi (volta 42) +30s N3

*Foi considerado o #57 causador do incidente com o #80 por frear de forma abrupta mesmo com espaço de carros a frente.

Direção > J.Brochier - N1 (Continuou na pista mesmo sem roda)
Direção > E.Netto - N1 (Parou para em amarela para dar passagem ao carro #44 não seguindo os protocolos de amarela, inclusive atrapalhando o trafego do numero #8 e #57.)
Direção > J.Brochier - N3 (Retorno perigoso ao rodar por estar sem a roda e bater no #67)
Direção > F.Costa - N1 (Deixou buraco no grid de largada)
Direção > P.Rodrigues – N1 (Demorou a seder passagem em bandeira azul)
Direção > M.Rossi - +5s N1 (De acordo com briefing, derrubou cone da saída de box)
Direção > P.Rodrigues – DQ (Não utilizou 2 compostos de pneus na etapa)

Notificações.
Martin Rossi (1) evitar retornos a pista de forma perigosa quando se acidentar
Martin Rossi (2) evitar o excesso de zigue-zague para aquecer pneus
Paulo Rodrigues – facilitar as ultrapassagens de bandeira azul.

ADV
Achylles Jr > M.Rossi – O piloto #8 retorna a pista após incidente de forma que não esperou o pelotão passar assim voltando de forma perigosa.
 
Pontuação carteira punitiva.
Elisio Netto +11 pts
Martin Rossi +7 pts
Francisco Costa +4 pts
Jonatan Brochier +4 pts
Alexandre Oliveira +2 pts
Paulo Rodrigues +1 pts

O piloto #67 (Elisio Netto) estourou os 10 pts na carteira e está excluído do campeonato.
O piloto #08 (Martin Rossi) largará dos boxes na próxima etapa.

COMO FICOU?
Ernesto Brock assume a liderança do campeonato com 39 pontos, enquanto Marcio Rocha é o vice líder com 34 pontos. Em terceiro vem Emerson Czerkawski que aparece com 28 pontos.
Francisco Costa e Marco Parma completam o top 5 do campeonato.


A HVM Racing Team sai de Cleveland como líder do campeonato com 67 pontos, enquanto a Cisco Air Racing vem com 60 pontos até o momento.
A Chrome Racing mesmo com os azares ainda é a terceira colocada do campeonato com 31 pontos.
CTE Racing HVM e Cisco Air Racing 2 completam o top 5.


PROXIMA ETAPA:
Agora a categoria vai a Baltimore para a terceira etapa e a primeira da temporada em circuito de rua, em um traçado bem complicado aos pilotos e será um desafio enorme.

VT DA ETAPA.