MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Istambul!, do céu ao inferno.

 


A terceira etapa da Porsche Super Challenge chegou a parte asiática da Turquia, mais precisamente a Istambul para sua corrida que poderia decidir alguns títulos de categoria, na verdade até decidiu, mas o pós corrida foi cruel com quem comemorou antecipadamente...

Com apenas uma bandeira amarela, a corrida foi brigada o suficiente para deixar todas as categorias em aberto para a etapa final em Phillip Island

QUALIFICAÇÃO.
Na GT2 Elvis Reis (Scuderia Hydra) foi quem fez o melhor tempo com 1:47.880, porém com uma punição de 5 posições o deixou de fora da disputa. Com isso a pole ficou com Ernesto Brock da HVM Racing Team. Com a BMRS de Vinicius Gonçalves em segundo e João Hebert (M Tech Sports) em terceiro.


A GT3 com 7 carros, teve Bruno Strauss (Scuderia Hydra 3) fez o tempo de 1:51.997, com Alexandre Oliveira da CTE Racing HVM em segundo lugar e Mauricio Luiz da 4Brothers saindo do terceiro lugar.


John Martins colocou a #268 Racing mais uma vez em primeiro na GT4 com 2:00.550, tendo Guilherme Moresco feito o segundo tempo, mas com uma punições quem saiu em segundo foi Michel Oliveira também da #268 Racing. E João Pedro da Cisco Air Racing 4 dos 10 carros que estiveram na classe.


CORRIDA.
O início da prova na GT2 Ernesto Brock dormiu no ponto e foi engolido pelos 5 primeiros do grid.
Elvis Reis e Elisio Netto (Cisco Air Racing) saiam do fundo do grid tentaram a sua recuperação, Elvis ganhando posições no começo e Elisio Netto acabou rodando ao tentar uma ultrapassagem em um mergulho encima de Emerson Czerkawski (HVM Racing Team).
João Herbert liderava a prova, enquanto Elvis Reis fazia ultrapassagem atrás de ultrapassagem e na 7ª volta assume  a ponta da prova.
Com a bandeira amarela agitada, Elvis Reis deu adeus às chances de título com uma queda de conexão. Com isso João Hebert que não havia feito sua parada seguiu líder, com Elisio Netto em segundo e Vinicius Gonçalves em terceiro.
Com as paradas de Hebert e Elisio, Vinicius Gonçalves ficou na ponta da prova e parecia ir até o final na liderança.
Elisio Netto que vinha tentando sua recuperação na volta 32 se bateu com Emerson Czerkawski, mas fica a frente e na sequência com as paradas de Paulo Rodrigues (Time XtraBe) e Ernesto Brock pulou ao segundo lugar.
A zebra aconteceu quando Vinicius Gonçalves parou e Elisio assumiu a ponta da prova.
Ao final o piloto da Cisco Air Racing cruzou a linha de chegada, mas foi punido por dois incidentes na corrida, com isso a vitória ficou com Emerson Czerkawski da HVM Racing Team, com direito a dobradinha, já que Ernesto Brock foi o segundo e Vinicius Gonçalves o terceiro, João Hebert, Marco de Andrade Elisio Netto, Paulo Rodrigues e Helio Vamberto completaram a prova.


Na GT3 Bruno Strauss (Scuderia Hydra 3) começou na frente mas acabou caindo algumas posições na terceira volta, perdendo a liderança para Alexandre Oliveira, mas que durou apenas 1 volta, quando na volta seguinte Felipe Reus (Scuderia Hydra 2) que ficou assim até a volta 12 quando perdeu a liderança na amarela com problemas técnicos no carro.
Alexandre Voltou a liderança onde ficou até a volta 25, sendo ultrapassado por Strauss que retomou a ponta, mas enquanto isso, um piloto vinha quietinho e deu o bote na hora certa, na volta 31, Edgar Horst Jr (M Tech Academy) assume a ponta da prova, e leva até o final com um show de estratégia.
Bruno Strauss cruza a linha de chegada em segundo lugar e Alexandre Oliveira em terceiro.
Mauricio Luiz, Wagner Bolis e Thiago Mestrinho completaram o grid que terminou a etapa na categoria.


Na GT4, John Martins foi soberano e dominou a etapa toda, perdendo a liderança por apenas uma única volta, na 14ª quando Guilherme Moresco (Duble Car Racing Team).
Fabio Queiroz (Scuderia Hydra 4) e seu companheiro de equipe Luan Hott, também brigaram por posições no pódio, tendo ainda também Vinicius Oliveira da Cisco Air Racing 3 também brigado pela posição.
John Martins venceu a etapa com 40 voltas completadas, com Guilherme Moresco e Luan Hott completando o pódio da categoria.
Vinicius Oliveira, Fabio Queiroz, Michel Oliveira, Thallisson Santos, Francisco Costa e João Pedro, completaram a etapa, com todos os carros que largaram na classe terminando, tendo ainda Maury Mas tendo um DNS por não largar.


PROTESTOS E PUNIÇÕES.
Direção > T.Mestrinho – volta 1 – +10s, N1 Espaço no grid de largada.
Direção > T.Santos – Volta 12 - +30s, N3 Retorno perigoso.
E.Czerkawski > E.Netto –Volta 33 - +20s, N2 Causar incidente em disputa por posição.
H.Vamberto > E.Netto – volta 12 - +30s, N2 Atitudes anti-desportivas*.
Direção > H.Vamberto – Volta 12 - +30s, N2 Atitudes anti-desportivas*.

.* Os pilotos fizeram voltas trocando batidas e empurrões em disputa por posições, tendo em vista o bom ambiente que a liga preza, ambos foram punidos e estão de observação dentro da liga.

Feedbacks.
M.de Andrade > L.Hott – volta 12 – Retorno perigoso, olhar com mais calma.

Punições por corte da linha de saída de boxes.
Helio Vamberto – 1x + 10s, N1
João Pedro – 3x +30s, N3
Wagner Bolis – 1x +10s, N1
Paulo Rodrigues – 1x +10s, N1

Pilotos que tem de pagar punição na próxima etapa.
Carro #47 largará dos boxes.
#67 Elisio Netto, largará dos boxes por ter atingido 6 pts na carteira.

Pontuação carteira punitiva.
Julio de Paula +7 pts
Elisio Netto +6 pts
Marcio Rocha +5 pts

Helio Vamberto +4 pts
João Pedro +4 pts
Paulo Rodrigues + 4 pts
Alex Dance +3 pts
Edgar Horst Jr +3 pts
Michel Oliveira +3 pts
Achylles Junior +2 pts
Marco de Andrade +2 pts
Elvis Reis +1 pt
Thallisson Santos +3 pts
Vinicius de Oliveira +1 pt
Wagner Bolis +1 pt

COMO FICOU?
GT2:
Elisio Netto segue líder do campeonato, mas de campeão antecipado, a briga reduziu a 3 pontos, com Elisio com 23 pontos, Ernesto Brock é o vice campeão com 20 pontos, e Vinicius Gonçalves segue vivo na briga com 19 pontos.

A HVM Racing Team segue líder com 32 pontos, e a Cisco Air Racing vem com a vice liderança conquistando 28 pontos.
M Tech Sports é a terceira com 20 pontos.



GT3:
Edgar Horst Jr assume a liderança do campeonato com 21 pontos, seguido de Alexandre Oliveira agora com 19 e 18 pontos para Bruno Strauss.
A briga segue em aberto ainda para Felipe Reus e João Gabriel ambos com menos de 10 pontos do líder.

A CTE Racing HVM é líder do campeonato com 31 pontos, a Scuderia Hydra 2 vice líder 8 pontos atrás.
M Tech Academy é terceira colocada com 21 pontos.


GT4:
John Martins segue líder, com 26 pontos conquistados, seguido por Luan Hott que vem com 24 pontos.
Já sem chances de título, Thallisson Santos é o terceiro colocado empatado com Michel Oliveira.

#268 Racing segue na briga pelo título contra a Scuderia Hydra 4 com a pontuação em 40x37!
Herdez Competition é a terceira colocada do campeonato com 14, empatada com a Cisco Air Racing 3.

PROXIMA ETAPA:
Na grande final a categoria vai a Austrália para o autódromo de Phillip Island, um dos traçados mais excepcionais do mundo, com relevos em subida em descida.

VT DA ETAPA.