MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Cadu Maciel domina etapa Phakisa Freeway e dispara na liderança.



A Scirocco Cup Africa desembarcou no circuito de Phakisa Freeway para sua primeira etapa das quatro previstas, sendo duas baterias de 20 minutos cada.
Com o inicio do campeonato em continente africano, 17 pilotos participaram da primeira etapa em um circuito que apesar de desconhecido, tem um traçado moderno e bem técnico.

QUALIFICAÇÃO:
 Cadu Maciel (BSP Racing) foi o mais rápido na classificação com o tempo de 1:45.564 sendo apenas 0,038s mais rápido que o segundo colocado, Alexandre Oliveira da CTE Racing HVM. Na segunda fila tínhamos Ernesto Brock e Alexandre Emanuel e logo atrás Paulo Rodrigues e Thallisson Santos. Marcelo Vieira, Jesus Neto, Felipe Granado e Marco Parma fechavam os 10 primeiros. Dezesseis pilotos compareceram ao treino e apenas Bruno Lima (Equipe Piratas) não registrou tempo.


BATERIA 1:
 Na volta de apresentação tivemos a primeira baixa com o abandono de Marcelo Vieira da Parma Motorsport. Na largada Cadu Maciel disparou na ponta enquanto Ernesto Brock (HVM Racing Team) e Paulo Rodrigues (Time XtraBe) pulavam para a 2.ª e 3.ª posições respectivamente.
No final da primeira volta ainda tivemos uma atravessada de Paulo Rodrigues que perdeu a posição para Alexandre Oliveira.
Na segunda volta um toque entre Thallisson Santos e Alexandre Emanuel acabou levando para fora da pista também Emerson Czerkawski e Felipe Granado. Apesar do toque Alexandre Emanuel conseguiu se manter na pista enquanto Thallisson Santos e Emerson Czerkawski abandonaram. O destaque até então era Bruno Lima que após largar em 16.º já era o 8.º colocado.
Alexandre Oliveira ultrapassou Ernesto Brock que passou a receber forte pressão de Paulo Rodrigues e Jesus Neto para ver quem ficaria com a última vaga do pódio. Algumas voltas depois Paulo Rodrigues errou sozinho e bateu no guard rail perdendo a posição para Jesus Neto.
Na sexta volta Marcelo Nunes abandonou a prova enquanto la na frente, Jesus Neto partia para o ataque a Ernesto Brock conseguindo a ultrapassagem faltando 7 minutos para o final. Mas Brock não se deu por vencido e agora era ele quem atacava Jesus Neto enquanto Paulo Rodrigues, Alexandre Emanuel e Bruno Lima vinham juntos no bolo.
Emanuel Granja abandonou sem combustível e la na frente a briga pela terceira posição seguia espetacular, com várias trocas de posições tendo Alexandre Emanuel puxando esse pelotão.
Depois de 13 voltas completadas Cadu Maciel venceu de ponta a ponta sem tomar conhecimento dos adversários. Alexandre Oliveira terminou em segundo e Ernesto Brock em terceiro depois de ultrapassar Alexandre Emanuel na última volta. Na sequência vieram Jesus Neto, Paulo Rodrigues, Bruno Lima, Marco Parma, Felipe Granado e André Sutti fechando os 10 pilotos que completaram a prova já que Rodrigo Nascimento ficou sem combustível na última volta.


BATERIA 2:
 A segunda bateria que contava com o grid invertido entre os 10 primeiros tinha André Sutti (Parma Motorsport 2) largando na pole com Felipe Granado (CTE Racing HVM) em segundo. Na segunda fila Marco Parma e Bruno Lima e na sequência, Paulo Rodrigues, Jesus Neto, Alexandre Emanuel, Ernesto Brock, Alexandre Oliveira e Cadu Maciel fechando os 10 primeiros dos 17 que largaram já que Gilson Rodrigues da BSP Racing se juntou a turma.
A largada foi bem movimentada com muitas batidas e saídas de pista. André Sutti perdeu a liderança ainda na primeira curva e foi perdendo várias posições assim como Bruno Lima que recolheu aos boxes e abandonou.
Quem largou muito bem foi Cadu Maciel que completou a primeira volta na quarta posição enquanto la na frente o líder Felipe Granado tentava abrir vantagem. Um duelo sensacional se iniciou entre Paulo Rodrigues, Jesus Neto e Cadu Maciel na disputa pela segunda posição. Foram diversas ultrapassagens, curvas lado a lado, escapadas de pista e não demorou muito para Alexandre Oliveira se juntar na disputa. Quem se deu bem foi Cadu Maciel que na terceira volta já era o segundo colocado na prova, seguido de Alexandre Oliveira.
Mas essa terceira posição de Alexandre não durou muito tempo, pois acabou rodando ao receber um toque de Paulo Rodrigues e na sequência foi acertado violentamente por Jesus Neto. Ambos tiveram que ir aos boxes para reparos enquanto la na frente Felipe Granado começava a receber pressão de Cadu Maciel.
Mais um abandono, dessa vez de Marco Parma após um enrosco que envolveu ainda Gilson Rodrigues e Rodrigo Nascimento.
A corrida chegava na metade com uma bela disputa pela quarta posição entre Emerson Czerkawski, Ernesto Brock, Alexandre Emanuel e Marcelo Vieira.
Enquanto Emanuel Granja e Thallisson Santos abandonavam a corrida, la na frente Cadu Maciel usava o push para ultrapassar Felipe Granado e assumir a ponta. Na volta seguinte foi a vez de Felipe usar o push para recuperar a posição, mas não conseguiu segurar o piloto da BSP por muito tempo.
Ao fim de 13 voltas Cadu Maciel venceu sua segunda corrida no dia com Felipe Granado em segundo e Paulo Rodrigues fechando o pódio em terceiro. Depois de uma bela disputa, Marcelo Vieira levou a melhor e terminou em quarto com Emerson Czerkawski em quinto e na sequência, Alexandre Emanuel, Ernesto Brock, Marcelo Nunes, Jesus Neto e Alexandre Oliveira fechando os 10 primeiros dos 12 que completaram a prova.


PROTESTOS E PUNIÇÕES:
Bateria 1:
E.Brock > A.Emanuel - [+10s +N1] - Ultrapassagem forçada "o piloto acabou empurrando adversarios ao usar o P2P"

Bateria 2:
A.Oliveira > P.Rodrigues - [+20s +N2] - Acidente
A.Emanuel > E.Brock - indeferido - "Foi entendido que nenhum dos envolvidos teve culpa no incidente"
A.Emanuel > C.Maciel - indeferido - 
"Foi entendido que nenhum dos envolvidos teve culpa no incidente"

Exclusão da etapa:
Rodrigo Nascimento - O piloto fez duas voltas na qualificação o que não é permitido tendo beneficio em ganho de posição de largadas.

CARTEIRA DE PONTOS PUNITIVOS:

PONTUAÇÃO PILOTOS:
Cadu Maciel começa o campeonato com 100% de aproveitamento e abre 15 pontos encima de Ernesto Brock, vice lider com 15 pontos, enquanto Felipe Granado com a recuperação do podio da segunda bateria, começa como terceiro lugar no campeonato com 14 pontos marcados.


PONTUAÇÃO EQUIPES:
A BSP Racing lider do campeonato com 30 pontos, tem pequena vantagem encima da CTE Racing HVM que vem com bons 24 pontos na tabela, a HVM Racing Team vem em terceiro lugar com 18 pontos marcados até aqui.


PRÓXIMA ETAPA:
Agora a categoria cruza a fronteira e vai a Namibia para a segunda etapa do campeonato no traçado de Tony Rust.
VT DA ETAPA:
Indisponivel no momento.