MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Jesus Neto vence a primeira, mas garante bi-campeonato das 500 Milhas para BSP Racing.


A VORC Series finalmente chegou ao dia de sua terceira edição das 500 milhas de Indianápolis, depois de uma classificação espetacular onde Cadu Maciel (BSP Racing) fez a pole com um tempo praticamente empatado com Danilo Souza (Fast Lap Esports).
Um total de 32 carros partiram para a corrida que já teve pilotos com problemas na volta de apresentação, fazendo com que a prova se iniciasse sobre regime de bandeira amarela.
Quando finalmente a bandeira verde foi agitada, Cadu Maciel e Danilo Souza dispararam na frente, em um ritmo muito superior aos demais competidores. Os abandonos e as bandeiras amarelas iam acontecendo nesse início, tornando o desenrolar da prova lento.
Danilo Souza na volta 21 e Cadu Maciel na 29 foram dois dos grandes favoritos a abandonar logo no início, deixando o caminho livre para Jesus Neto (BSP Racing) e Guido Seelig (Stewart Grand Prix) praticamente dominarem o restante da prova.
Com 1/4 de prova já estávamos na 4.ª bandeira amarela e 18 carros na pista, com Alexandre Oliveira na ponta, liderança essa que não durou muito, sendo logo superado por Jesus Neto.
A corrida seguia movimentada, com muitos abandonos e estratégias diferentes, já que o combustível durava cerca de 15 voltas e os pilotos tinham apenas 10 jogos de pneus para a prova toda.
Na metade do evento tivemos a 7.ª bandeira amarela, contando com apenas 13 carros na pista e tendo Jesus Neto na liderança com Alisson Borges (4EverBR) em segundo e Guido Seelig em terceiro.
Até pela quantidade reduzida de carros na pista, a prova passou a ter stints mais longos sob bandeira verde, e tornando o trabalho de pit stops muito mais importante.
Faltando menos de 50 voltas para o final, os pilotos já começavam a apertar um pouco mais forte o pedal da direita, e o que se viu foi uma bela disputa entre Jesus Neto e Guido Seelig pela liderança, com ambos andando lado a lado por um bom tempo.
Com 29 voltas para o final, Guido Seelig tomou um drive thru por excesso de velocidade nos boxes, fazendo com que o mesmo retornasse a pista com 1 volta de desvantagem.
Jesus Neto seguia na ponta, mas a disputa pelas demais posições era muito intensa, até que com 11 voltas para o final teve a 12.ª e ultima bandeira amarela da prova.
Alisson Borges e Luciano Rocha (268 Racing) se bateram em disputa pela 3.ª posição, e Jesus Neto, em estratégia ousada, aproveitou a amarela para colocar pneus novos.
Alexandre Oliveira (CTE Racing HVM) relargou na ponta, mas não conseguiu segurar Jesus Neto por muito tempo.
Restando 5 voltas para o final, Alexandre Oliveira abandonou a prova, deixando Jesus Neto livre para a vitória, já que o segundo colocado, Guido Seelig tinha 1 volta de desvantagem.
Assim, depois de 3h23m de prova, Jesus Neto levou a BSP Racing ao bicampeonato das 500 milhas de Indianápolis, com uma volta de vantagem sobre o segundo colocado, Guido Seelig da Stewart. Em terceiro completou Thiago Rodrigues da M Tech Academy 2, que terminou recebendo pressão de Pablo Parucci, da Prima Squadra Racing. Lino Palladino (Team CTR e-Sports) foi o último dos sobreviventes, encerrando na quinta posição.


VT DA ETAPA: