MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

A batalha final de Dega!!!


A VORC Series desembarcou no estado do Alabama para realizar a última etapa da Nascar Series, no clássico e veloz circuito de Talladega.
A dupla da BSP Racing dominava a tabela de pontuação, tendo Cadu Maciel na liderança, seguido de seu companheiro Luiz Gustavo apenas 5 pontos atrás, e John Martins da #268 Racing correndo por fora, com 14 pontos de desvantagem.
Para deixar tudo mais emocionante, o líder Cadu Maciel não iria participar da prova.

QUALIFICAÇÃO:
Felipe Muniz conquistou a pole com o tempo de 49,271 tendo Luiz Gustavo ao seu lado apenas 0,013s atrás. Thallisson Santos, João Hebert, Ernesto Brock e Marco Parma fechavam os seis primeiros em um treino muito disputado e que contou com 14 carros separados por apenas 0,554s.



CORRIDA:
Na largada, Luiz Gustavo assumiu a ponta trazendo com ele João Hebert (M Tech Sports) onde seguiram assim até a primeira rodada de pit stops. A pista extremamente rápida e larga permitia que todos os pilotos andassem juntos, em um grande pack com muitas trocas de posições.
O líder Luiz Gustavo foi dos primeiros a entrar para fazer seu pit stop, mas acabou passando do box da sua equipe e com isso teve que dar uma volta a mais, retornando na última posição.
Depois da primeira rodada de pit stops, Felipe Muniz era o líder, seguido de Paulo Rodrigues (Time XtraBe), João Hebert e Marco Parma (Parma Motorspors) andando juntos, cerca de 2s a frente dos demais adversários.
Paulo Rodrigues assumiu a ponta e seguiu assim até a segunda rodada de pit stops.
Após as paradas tínhamos Paulo Rodrigues e Felipe Muniz isolados na liderança e cerca de 3s atrás apareciam Emerson Czerkawsky (HVM Racing Team), John Martins (#268 Racing), Luciano Rocha (#268 Racing) e João Hebert.
Luiz Gustavo seguia na última posição e via cada vez mais as chances de título escapar de suas mãos.
Felipe Muniz assumiu novamente a ponta, mas na terceira rodada de pit stops foi superado novamente por Paulo Rodrigues. Emerson Czerkawsky vinha junto com John Martins na disputa pela terceira posição, enquanto mais afastados, Luciano Rocha e João Hebert fechavam os seis primeiros.
Faltando 20 minutos para o final, André Sutti (Parma Motorsport 2) bateu causando a primeira bandeira amarela da prova e todos aproveitaram para fazer mais um pit stop.
A relargada aconteceu com Felipe Muniz na primeira posição, seguido de John Martins, Luciano Rocha e Paulo Rodrigues.
John Martins precisava da vitória para conquistar o título e logo assumiu a ponta. Restando 9 minutos para o final, Luiz Gustavo abandonou a prova e logo em seguida, Paulo Rodrigues optou por fazer uma estratégia completamente diferente sendo o primeiro a entrar nos boxes para sua última parada.
Luciano Rocha assumiu a ponta e com pouco menos de 4 minutos para o final, entrou nos boxes para fazer um splash and go. John Martins, assim como a maioria dos pilotos, parou na volta seguinte, mas acabou ficando sem combustível na entrada dos boxes, vendo assim o sonho do título escapar de suas mãos.
Luciano Rocha retornou na liderança, mas viu um surpreendente Ernesto Brock (HVM Racing Team) fazer uma parada muito rápida e retornar na segunda posição.
Não demorou muito e Ernesto Brock já estava no vácuo tentando assumir a liderança e O que se viu foi os dois andando lado a lado até a bandeirada final.
Assim, depois de 66 voltas completadas, Luciano Rocha levou a #268 Racing a vitória, apenas 0,049 a frente de Ernesto Brock e Felipe Muniz que completou o pódio.


 Felipe Granado, Marco Parma, Elisio Netto, João Hebert, Paulo Rodrigues, Emerson Czerkawsky e John Martins completaram os 10 primeiros de um prova totalmente imprevisível e emocionante e que teve apenas um abandono.


PONTUAÇÃO PILOTOS:
Cadu Maciel saiu com o titulo da temporada com 37 pontos, enquanto Luciano Rocha tomou a vice liderança com 32 pontos, graças a vitória na etapa, já Luiz Gustavo fechou em terceiro com os mesmos 32 pontos.



PONTUAÇÃO EQUIPES:
A #268 Racing foi a campeã com duas vitórias e chegou a 50 pontos, a BSP Racing fechou a temporada com 39, e Felipe Muniz de forma independente foi o terceiro com 31 pontos.



VT DA ETAPA: