MENU

Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Gabriel Pecly faz corridaças e se sagra campeão.

A quarta e última etapa da Cisco Air Marcas North América foi realizada no autódromo de Homestead em sua versão “Roval” em sua versão mais rápida com o curvão do oval, se mostrou uma baita pista para as imensas disputas que aconteceram em suas baterias.

QUALIFICAÇÃO.
Gabriel Pecly (Hoperários Bravo Racing) fez a pole com 1:25.650, com Ernesto Brock da HVM Racing Team foi o segundo 1:25.936.
A segunda fila foi formada por Rodrigo Volek (Kemba Racing) e Dani Gomes da Chrome Racing.
Jesus Neto, Alexandre Oliveira, Rian Oliveira, Marco Parma, Jonathan Holohan e Tonga Guardia completaram o top 10.


RACE 1.
A primeira bateria foi de muita disputa na parte de trás do grid, sempre com muitas trocas, Gabriel Pecly saiu na frente, com Ernesto Brock brigando com Jesus Neto (BSP Racing) pelo segundo lugar.
Ao final de 15 voltas Gabriel Pecly vence com 6 segundos de vantagem sobre Ernesto Brock, enquanto Jesus Neto fechou em terceiro, assim o título ficou já na primeira bateria definido com o piloto da Hoperários Bravo Racing.
Alexandre Oliveira, Dani Gomes, Emerson Czerkawski, Jonatan Brochier, Tonga Guardia, Marco Parma e Jonathan Holohan completaram o top 10 da etapa.


RACE 2.
A segunda bateria foi outro show de disputas, com Jonathan Holohan (Hoperários Bravo Racing) saindo na frente, logo de cara quem vinha surpreendendo era Emerson Czerkawski que vinha subindo posições com sua HVM Racing Team.
As brigas no meio do pelotão eram intensas, e quem vinha subindo era Gabriel Pecly.
Na ultima volta Emerson Czerkawski e Gabriel Pecly abrem a volta muito próximos, e com um erro no trecho final por Czerkawski, Pecly tentou a ultrapassagem por baixo da linha branca. Mas mesmo assim ao final de 16 voltas, Emerson Czerkawski vence sua segunda bateria na temporada, com Gabriel Pecly em segundo a 0.030s atrás, com Ernesto Brock completando o pódio.
Jesus Neto, Jonatan Brochier, Rian Oliveira, Gilson Rodrigues, Alexandre Oliveira, Dani Gomes e Emerson Barina completaram o top 10.


PROTESTOS E PUNIÇÕES.
Bateria 2.
F – A.Oliveira > G.Rodrigues [13:41] – O piloto ficou andando abaixo da linha branca para não gerar vácuo, a liga pergunta a Gilson Rodrigues se ele acha certo isso? e caso sim, porque há linha branca ali?...

PONTUAÇÃO DE CARTEIRAS.
Tonga Guardia > 5 pts
Martin Rossi > 4.5 pts
André Sutti > 4 pts
Gilson Rodrigues > 4 pts
Jonathan Holohan > 3 pts
Martin Benavides > 3 pts
Fernando Esquitino > 3 pts
Marcelo Vieira > 3 pts
Jorge Dillerva > 2 pts
Gabriel Pecly > 2 pts
Jesus Neto > 2 pts
Vinicius Gonçalves > 2 pts
Aldredo Bedoya > 2 pts
Emerson Barina > 2 pts
Diego Vaccaro > 2 pts
Marcelo Nunes > 2 pts
Rodrigo Volek > 2 pts
João Pedro > 1,5 pts
Alessandre Silva > 1,5 pts
Rian Oliveira > 1 pt
Emerson Czerkawski > 1 pt
Antonio Salleres > 1 pt
Alexandre Emanuel > 1 pt
Alexandre Oliveira > 1 pt
Bruno Mali > 0,75 pt
Gabriel Granado > 0,5 pt
Ernesto Brock > 0,5 pt
Marcio Rocha > 0,38 pts
Alex Dance > 0,38 pt

PONTUAÇÃO PILOTOS
Gabriel Pecly conquistou o titulo com uma vantagem de 33 pontos encima de Jesus Neto, enquanto Emerson Czerkawski mesmo com duas baterias a menos conseguiu a terceira posição no campeonato com 100 pontos conquistados.



PONTUAÇÃO EQUIPES
A HVM Racing Team conquistou o titulo de equipes com 188 pontos, enquanto a Hoperários Bravo Racing foi a vice campeã com 175 pontos conquistados, e a BSP Racing fechou a terceira posição no campeonato.


VT DA ETAPA.